Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

A partir de quando posso enviar o IRS 2021?

Publicado em 20 março 2021 à 10:00
A partir de quando posso enviar o IRS 2021?

Como sempre acontece no primeiro semestre do ano, surgem variadas questões sobre o IRS, os seus prazos e normas. Sabe a partir de quando pode enviar o IRS 2021? Nós damos-lhe a resposta.

Os portugueses acompanham o resto do mundo numa jornada atípica pelo mundo financeiro, devido à pandemia do Covid-19.

Em situações complexas, muitas famílias lutam diariamente com o pagamento da mensalidade do crédito à habitação, do crédito pessoal ou do crédito automóvel, a par com as restantes obrigações mensais.

Com a mente dispersa neste tipo de questões e sempre em busca das melhores alternativas de poupança, os portugueses estão focados em alternativas vantajosas, como o crédito consolidado, e querem garantir o cumprimento das restantes obrigações, para garantirem que evitam eventuais coimas por atrasos.

Assim, neste momento, muitas pessoas já estão a questionar-se sobre quando poderão fazer o envio do IRS 2021, para evitar atrasos e receber os montantes devidos tão depressa quanto possível.

Venha descobrir a partir de quando pode enviar o IRS 2021.

Entrega da declaração de IRS: quando fazer?

O IRS 2021, relativo aos rendimentos auferidos em 2020, deverá ser feito a partir do dia 1 de abril, estendendo-se o prazo para a entrega até ao final do mês de junho.

Esta declaração pode ser preenchida e entregue através do Portal da Finanças, onde é disponibilizada pela Autoridade Tributária. Esta declaração de rendimentos pode ser retificada após a sua entrega.

Vale a pena recordar que o incumprimento dos prazos estipulados pode resultar na perda das deduções à coleta, na impossibilidade de fazer a entrega de declarações conjuntas (no caso dos casais), na perda da isenção do IMI ou mesmo no pagamento de coimas.

Reembolsos e pagamentos do IRS 2021

No caso de ter dinheiro a receber do Estado, o reembolso do IRS será feito de acordo com a data de entrega da referente declaração, sendo que todos os reembolsos deverão ser concretizados até ao dia 31 de Julho. Serão contemplados com este reembolso, em primeiro lugar, os contribuintes que tenham entregue a sua declaração de rendimentos mais cedo.

Caso tenha de acertar contas com o Estado e de pagar IRS, o pagamento decorrerá até ao dia 31 de agosto, sendo possível pedir para fazer este pagamento de forma faseada.

Mas além da perda de benefícios, a Autoridade Tributária pode ainda aplicar coimas a quem entregar o IRS fora do prazo.

Simulação gratuita
Projecto
Créditos a decorrer