Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

5 Passos para fazer o seu orçamento familiar para 2019

Publicado em 7 janeiro 2019 à 10:00
5 Passos para fazer o seu orçamento familiar para 2019

O orçamento familiar para 2019 é algo que pode ser feito em poucos passos e ajudar grandemente na gestão das finanças em sua casa. Gerir o pagamento do seu crédito ou crédito consolidado, das suas contas e das suas despesas mensais será mais simples com este método. Se quer saber quais são os 5 passos fundamentais para fazer o orçamento familiar, este é o artigo certo para si.

1º Passo – Analise os seus rendimentos e gastos 

O primeiro passo para fazer o orçamento familiar para o novo ano é analisar quais são os ganhos do seu agregado familiar (incluindo salário, abonos, subsídios, receitas de trabalho independente ou mesmo pensões) e as receitas provenientes de outros meios (como eventuais arrendamentos ou ganhos em aplicações bancárias). Estas receitas serão incluídas no orçamento como rendimentos fixos ou variáveis. 

Numa segunda tabela deverá incluir os gastos realizados, também em duas vertentes. Primeiramente, deverá considerar os gastos fundamentais, como a alimentação, a mensalidade do crédito habitação ou de outro crédito ou as contas relativas aos serviços. Depois, deverá considerar os gastos secundários, como os relacionados com o entretenimento.

2º Passo – Análise financeira 

Tendo em conta os dados que juntou nas tabelas, deverá fazer uma análise financeira. A análise é muito fácil: aos valores de rendimento subtraem-se os valores dos gastos. O resultado irá dizer-lhe se precisa de cortar nos gastos ou se os rendimentos são suficientes.

3º Passo – Avalie as suas opções 

Caso precise de cortar nas despesas poderá avaliar vários fatores relativos aos seus gastos. Por exemplo: quais as extravagâncias que pode abandonar? Pode renegociar os seus créditos? Teria vantagens num crédito consolidado? 
Se o valor desta subtração for positivo, poderá ainda decidir o que fazer com o excedente (contas poupança ou investimentos poderão ser uma boa opção).

4º Passo – Tenha objetivos em mente 

No momento de fazer o orçamento, considere mais do que o quotidiano. Os objetivos familiares também são importantes. Considere eventuais despesas futuras com a educação, com viagens ou até com a sua reforma. 

Criar uma poupança a pensar neste tipo de situação irá criar uma rede de segurança e ajudá-lo a cumprir os seus objetivos. 

5º Passo – Organize-se 

Depois destes passos estarem dados, manter a organização orçamental é importante. Guarde todos os recibos e faturas e garanta que o orçamento está a ser cumprido. 

Além disso, esteja atento às novidades sobre todos os impostos para garantir que está em cumprimento, evitando assim coimas ou outras despesas indesejadas.