Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

Apoios fiscais aos combustíveis renovados por mais dois meses

Publicado em 5 julho 2022 à 09:00
Apoios fiscais aos combustíveis renovados por mais dois meses

A subida dos preços dos combustíveis veio acentuar ainda mais as dificuldades económicas sentidas por muitas famílias portuguesas. Saiba como os apoios fiscais para os combustíveis foram renovados por mais dois meses.

Muitas famílias portuguesas vivem dias difíceis no que respeita às suas finanças. Frequentemente com um crédito à habitação ou um crédito pessoal para pagar, a soma dos valores das mensalidades dos créditos, das contas da casa e das despesas pessoais nem sempre é fácil de sustentar. Ainda que alternativas como a renegociação do crédito ou a obtenção de um único crédito consolidado possam ajudar a aligeirar a taxa de esforço mensal, todas as poupanças possíveis são também consideradas.

Neste momento, perante a inflação e a subida dos preços dos combustíveis, uma boa notícia que chega aos portugueses é a decisão governamental de renovar os descontos nos combustíveis por mais dois meses, assim como a intenção de apoiar os setores mais afetados por estas circunstâncias.

Saiba mais sobre os apoios fiscais aos combustíveis, agora renovados por mais dois meses.

Novas medidas do governo face aos preços dos combustíveis

A taxa de carbono foi congelada pelo executivo durante mais dois meses, estando ainda previstas novas medidas para apoiar os setores mais afetados. Incluem-se nestes setores os de transporte de passageiros e mercadorias, assim como o mercado agrícola.

Segundo anúncio do Ministério das Finanças, serão mantidas as medidas de mitigação relativas ao aumento dos preços dos combustíveis ao longo dos meses de Julho e Agosto.

Entre as medidas previstas está o congelamento da taxa de carbono e uma descida da taxa do IVA (de 23% para 13%).

Qual a manifestação destes apoios?

A soma das medidas previstas leva a que a redução da carga fiscal seja de cerca de 28,2 cêntimos por litro (gasóleo), atingindo os 32,1 cêntimos por litro na gasolina.

Estas medidas serão mantidas pelo menos até ao final do mês de agosto, sendo que, nesse momento, serão reavaliadas.

Simulação gratuita
Projecto
Créditos a decorrer