Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

Pagamentos contactless até 50 euros vieram para ficar

Publicado em 15 julho 2020 à 10:00
Pagamentos contactless até 50 euros vieram para ficar

O pagamento contactless até 50 euros correspondeu a uma medida para evitar a propagação do Covid-19. O Banco de Portugal indica, agora, que esta alteração irá manter-se no futuro. Saiba mais.

A tentativa de poupar, bem como a luta por uma maior facilidade e rapidez são aspetos que integram totalmente o ritmo alucinante do século XXI e as famílias portuguesas estão habituadas, por isso, a procurar sempre as melhores opções e soluções.

Esta constante procura pelo que é mais simples e menos dispendioso é justamente o que leva tantas pessoas a juntarem o seu crédito pessoal, o crédito automóvel e/ou o crédito habitação num único (e menos dispendioso) crédito consolidado. É também o que faz com que o contactless tenha tido tanto sucesso entre os portugueses.

A possibilidade de pagamento rápido e sem a necessidade de colocar o código secreto, aliada à rapidez do processo, tornou este método preferencial para os portugueses.

Saiba mais sobre o que mudou durante e após o tempo de confinamento motivado pelo Coronavírus.

Contactless: quanto pode pagar sem a solicitação de código?

Inicialmente, o contactless foi criado com um montante máximo de 20 euros sem PIN, sendo o código solicitado em valores superiores. Ainda assim, para evitar que tantas pessoas necessitassem de contactar diretamente com as máquinas de pagamento por multibanco - elemento considerado ponto de risco para a propagação do Covid-19 - este valor acabaria por aumentar para 50 euros.

Neste momento, com o retorno gradual à normalidade e com o "desconfinamento", seria expectável o regresso do valor original. Ainda assim, foi agora anunciado que o valor do contactless sem necessidade de recurso ao código irá manter-se, futuramente, nos 50 euros.

O comunicado sobre o contactless

O Banco de Portugal foi o responsável pelo comunicado que deu a conhecer que o valor máximo de 50 euros sem a colocação de PIN seria, agora, permanente.

Segundo a entidade, a decisão relaciona-se com o grande aumento do uso desta tecnologia e com a aposta nas medidas de higiene e segurança.

A partir de agora, o contactless sem a solicitação do código do cartão irá, por isso, manter-se para o pagamento de valores iguais ou inferiores a 50 euros.

Simulação gratuita
Projecto
Créditos a decorrer