Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

Tenho prestações em atraso. Posso recorrer ao PERSI?

Publicado em 17 março 2020 à 09:00
Tenho prestações em atraso. Posso recorrer ao PERSI?

A situação de muitas famílias portuguesas faz com que o pagamento do crédito fique, por vezes, em atraso. O PERSI existe para facilitar a regularização da situação, sem recurso a tribunais. Saiba o que é este procedimento e como funciona.

O país encontra-se, atualmente, numa situação de recuperação económica. Ainda assim e mesmo depois da subida do salário mínimo, muitas famílias portuguesas ainda vivem dias difíceis.

Com um ou mais dos elementos do agregado em situação de desemprego ou simplesmente devido ao salário insuficiente face às despesas, muitas pessoas acabam por não conseguir cumprir atempadamente o pagamento das suas obrigações. Entre estas, por vezes, inclui-se o pagamento das mensalidades dos créditos adquiridos.

Para evitar que este tipo de situações terminem por ser enviadas para a justiça, surgiu um procedimento que visa a resolução interna dos problemas entre clientes inadimplentes e entidades credoras. Conheça o PERSI e saiba a forma de funcionamento deste procedimento.

O que é o PERSI?

PERSI é a sigla que designa o Procedimento Extrajudicial de Regularização de Situações de Incumprimento. Este visa criar as estruturas que permitem que as pessoas tenham créditos e as respetivas entidades credoras consigam chegar a um acordo que evite que os processos de incumprimento sejam encaminhados para tribunal.

Este procedimento destina-se aos casos nos quais eventuais atrasos nos pagamentos de mensalidades resultem em situações de incumprimento.

Como funciona o PERSI?

O PERSI é um processo que, por norma, se inicia na instituição credora entre o 31º e o 60º dia do incumprimento no pagamento devido. Quando assim é, o contratante do crédito recebe a notificação após 5 dias. Isto, no entanto, não é obrigatório, já que o cliente pode também fazer a sua solicitação.

Quando este procedimento é ativado, o cliente e a instituição tentam fazer a renegociação do crédito que se encontra em incumprimento – através de estratégias como a aglomeração das várias mensalidades numa única, de menor valor, com o crédito consolidado – tentando encontrar uma solução de pagamento viável para quem adquiriu esses créditos.

A intenção do PERSI é, pois, agilizar o processo e evitando os custos e a burocracia que o envio do caso para tribunal envolve.

Simulação gratuita
Projecto
Créditos a decorrer