Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

Saiba como poupar no regresso às aulas

Publicado em 11 setembro 2019 à 12:00
Saiba como poupar no regresso às aulas

 O regresso às aulas implica sempre alguns gastos extra. Saiba como poupar no regresso às aulas.

Muitas famílias portuguesas encontram-se numa situação financeira algo precária e, como tal, temem os períodos onde as despesas aumentam.

Preocupadas com as suas contas regulares e com o eventual pagamento da mensalidade do crédito pessoal, do crédito habitação ou do crédito automóvel, estas famílias buscam as melhores soluções para equilibrar as duas finanças.

Evidentemente, opções como juntar os créditos num único crédito consolidado ou abrir uma conta poupança podem ajudar a melhorar o orçamento familiar. Aprender estratégias de poupança – principalmente em momentos singulares, como o regresso às aulas – será igualmente importante.

Hoje, fomos em busca das melhores formas para poupar no regresso às aulas. Venha conhecer as melhores estratégias de poupança.

    1. Explique a situação aos seus filhos

Todo o marketing do regresso às aulas está feito para ser apelativo para jovens e crianças. Por isso mesmo, se não preparar os seus filhos para a necessidade de poupar, é natural que estes acabem por ser aliciados pelas estratégias de promoção dos produtos.

Fale com os seus filhos sobre poupança e envolva-os no ato de compra, de uma forma ponderada e responsável.

    2. Crie um orçamento específico

Antes de sair para fazer as compras, organize todos os eventuais gastos associados ao regresso às aulas – manuais, material escolar, taxas de inscrição, etc.

A antecipação dos gastos que terá poderá ajudar a organizar melhor as suas finanças para o efeito.

    3. Reutilize o que puder

Reutilizar o material escolar que sobrou dos anos anteriores ou recorrer a livros em segunda mão poderão ser boas estratégias para reduzir os gastos no momento do regresso às aulas.

    4. Prefira as marcas brancas

No momento de fazer as compras do material escolar, opte por materiais de marca branca, já que são mais baratos.

Aproveite ainda as promoções mais vantajosas, fazendo a análise dos vários folhetos disponibilizados pelas grandes superfícies.

     5. Peça fatura na compra do material

Os gastos com educação deduzem em IRS e, por isso, é muito importante que peça sempre a sua fatura com número de contribuinte, ao adquirir os livros e o material escolar do seu filho.

É permitida a dedução de até 30% das despesas realizadas com educação, até um máximo de 800 euros, com o seu IRS.