Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

Saiba tudo sobre aderir e cancelar pagamentos por débito directo

Publicado em 21 julho 2018 à 12:00

Vivemos numa época na qual o ritmo alucinante da vida é inegável. Hoje em dia, entre a atividade profissional, a vida pessoal e familiar e o pagamento das contas, pouco tempo sobra para pensar e, como sabemos, isto nem sempre torna simples a tarefa de recordar todos os pagamentos e prazos.

Facilitar esta tarefa pode ser feito de várias formas. A junção do seu crédito pessoal, do crédito automóvel e do crédito habitação num só crédito consolidado; assim como o recurso aos mecanismos de débito direto para o pagamento das restantes contas poderá ser uma grande ajuda na organização da sua vida.

Mas, afinal, em que consiste o débito direto? E como pode aderir a este serviço? Será que pode cancelá-lo mais tarde? É tudo isto que nos propomos desvendar no presente artigo.

Débito direto: o que é e para que finalidade serve?

O débito direto pode ser descrito como um serviço de pagamento que é feito de forma automática, retirando da sua conta, no prazo estipulado, o montante devido ao credor, sem que tenha de haver uma ação direta do devedor para tal efeito.

Este tipo de serviço de pagamento pode ser feito para efetuar a transação dos montantes devidos em diversos serviços, como as contas da casa (água, luz, telefone, gás, internet), o pagamento de seguros, as prestações bancárias e de créditos, ou as dívidas da segurança social. Além disto, recentemente, os contribuintes podem também efetuar via débito direto o pagamento de impostos como o IRC, o IRS, o IUC e o IMI.

Embora não seja obrigatório, este serviço poderá ser útil para quem deseja garantir o pagamento atempado das suas contas. Além disso, algumas empresas contam com pacotes promocionais específicos para quem escolhe esta modalidade.

Existem formas de controlo no débito direto?

No momento da adesão ao débito direto, não existe um limite associado ao mesmo. Ainda assim, o cliente pode criar um limite para este serviço via Multibanco, selecionando a opção “Débitos diretos”, onde deverá clicar em"Autorização de Débito Direto" e "Alteração da Autorização". Depois de realizado este processo, poderá atualizar qual o montante máximo para o débito.

Ficar atento ao extrato bancário será outra das formas de controlo desta forma de pagamento, sendo esta a forma de ficar a saber concretamente as datas de cobrança e os valores cobrados.

Como cancelar pagamentos por débito direto?

O cancelamento do débito direto é possível e pode ser feito numa caixa Multibanco. Ainda assim, deverá considerar que este cancelamento não serve para desvincular a relação contratual entre o credor e o devedor, sendo fundamental que o cancelamento do serviço seja comunicado à empresa credora, sob o risco de existir incumprimento contratual e eventuais consequências para o devedor.