Notícias
Notícias sobre as soluções financeira

Tudo o que muda: As novas regras do confinamento

Publicado em 25 janeiro 2021 à 10:00
Tudo o que muda: As novas regras do confinamento

As regras do confinamento foram novamente alteradas, intensificando-se algumas das normas anteriormente veiculadas. Venha conhecer todo o que muda com as novas regras do confinamento.

As famílias portuguesas estão novamente em isolamento, tendo-lhes sido solicitado, pelo Governo português, que se mantivessem nas suas casas, como forma de evitar novos casos de Covid-19, permitindo assim controlar novamente a pandemia.

Estando a atravessar a fase mais intensa de contágio até ao momento, Portugal respondeu a este confinamento com algumas reservas e preocupações, nomeadamente pelo temor relativo ao impacto financeiro que uma nova paragem possa causar.

Numa situação em que muitas famílias lutam diariamente para cumprir o pagamento da mensalidade do seu crédito habitação, do crédito automóvel ou de um crédito pessoal, a par com as contas dos serviços e demais despesas mensais; este novo confinamento gerou preocupações extra quanto ao que podem esperar do futuro.

Assim, ainda que muitas pessoas se estejam já a salvaguardar, buscando opções mais viáveis para si, como o crédito consolidado; torna-se importante compreender as normas e saber, afinal, o que está estipulado e o que é proibido pelas novas normas do confinamento.

Alterações às regras do confinamento: o que deve saber

As declarações de António Costa vieram anunciar que o confinamento e as suas regras sofreram alterações diversas, com a finalidade de evitar a propagação do Covid-19 no país.

Entre as regras que sofrem alterações, destaca-se o fecho de locais de prática desportiva individual (como ténis ou paddle) e das áreas de restauração de centros comerciais, mesmo em regime de take-away; a proibição da venda a postigo de quaisquer bebidas, bem como a aglomeração humana perto dos estabelecimentos; a obrigação de recolhimento obrigatório e fecho de todos os estabelecimentos (exceto de retalho alimentar) pelas 13 horas ao final de semana; a reposição da proibição de circulação entre concelhos ao fim-de-semana e ainda a proibição da permanência em espaços públicos como jardins.

Motivação da modificação das regras

Segundo o Primeiro Ministro luso, a introdução destas novas medidas é necessária por terem sido consideradas as declarações das forças de segurança e observada a ação lusa durante os primeiros dias de confinamento.

A modificação destas regras tenciona garantir que o isolamento das famílias é levado com maior seriedade e que o confinamento será cumprido de forma mais estrita, como forma de contenção do vírus de Covid-19.

Esta semana, Portugal encontrou-se no primeiro lugar no que respeita ao maior número de casos de infeção por milhão de habitantes.

Simulação gratuita
Projecto
Créditos a decorrer