Pedido online ❰ Voltar aos artigos

Noticias : Como acabar com as dívidas

Como acabar com as dívidas

No seu quotidiano, são muitos os portugueses que convivem com a penosa realidade das dívidas. O peso destas no orçamento familiar é sentido, particularmente, pela necessidade mensal de pagar as prestações, uma vez que estas consomem, muitas vezes, grande parte do rendimento da família.

Perante a realidade desagradável das dívidas, torna-se natural que surja o imenso desejo de pôr um término às mesmas. Pode parecer impossível… mas, felizmente, não o é! Embora vá exigir, de sua parte e da sua família, alguma ginástica financeira e uma grande dose de disciplina, acabar com as dívidas é possível e está nas suas mãos.

Neste artigo deixaremos algumas dicas e sugestões sobre a forma como pode acabar com as dívidas e sentir, finalmente, que pode respirar fundo.

1. Analise a sua situação

Embora as dívidas sejam comuns, nem todas as situações são iguais. A primeira coisa a fazer será, por isso, analisar a sua situação financeira. Anote se for preciso: qual é a dívida, quais são os juros, qual é o rendimento familiar. Olhar para estes valores, no papel, é fundamental para perceber a verdadeira dimensão do problema, antes de avançar para a procura das soluções.

2. Estude as opções de Crédito Consolidado

Se tem mais do que um crédito, o segundo passo poderá passar pela procura de uma solução de crédito consolidado. Estude, juntamente com a instituição responsável, as opções de consolidação de créditos ou de renegociação dos mesmos. Poderá encontrar, desta forma, uma solução cuja mensalidade pese menos no seu orçamento.

3. Estimule a comunicação

Para acabar com as dívidas será necessário que todos os elementos da sua família tenham o mesmo objetivo e “remem” na mesma direção. Garanta que todos se envolvem na procura de soluções e que os sacrifícios e esforços são partilhados por todos.

4. Invista numa conta poupança

Criar um fundo de emergência e alimentá-lo sempre que possível poderá criar uma boa base para o pagamento da dívida. Se, além disto, fizer por evitar a aquisição de produtos supérfluos (quase todos fazemos compras desnecessárias por impulso!), optando por acumular o dinheiro que neles gastaria, será possível que este fundo de poupança cresça a olhos vistos.

5. Veja as opções de amortização de créditos

Em alguns bancos será uma opção viável… noutros não! Confira, junto do seu banco, se existe alguma vantagem ou penalização na amortização do crédito e avance de acordo com o que for mais viável para si.

Outros noticias

Topo da página

As soluções financeiras da Partners Finances permitem-lhe juntar todos os seus créditos num só.
Faça já o seu pedido online com o simulador de crédito consolidado da Partners Finances.

Notícias